Situado a 12 quilómetros de Conímbriga, este grande complexo habitacional romano que se implanta na encosta do vale do Rabaçal foi descoberto depois de 1984, ao longo de várias campanhas arqueológicas.

O espaço, uma quinta agrícola habitada no século IV d. C., divide-se em dois núcleos: o que corresponde à villa rustica, onde habitavam os escravos e se situavam as dependências agrícolas, e a villa urbana, a habitação senhorial. Esta organiza-se em torno de um pátio central com colunas, a partir do qual se definem quatro áreas funcionais, a entrada, a zona de luz, a zona que permitia ligação às áreas de serviço e, por fim, a zona residencial. Alguns metros adiante surgem as ruínas do balneário.

Percorra este testemunho da civilização latina, edificado segundo os preceitos mais eruditos da arquitectura romana, e dedique parte da visita a observar o magnífico conjunto de mosaicos que adornam o espaço. Representações com as estações do ano, mosaicos de quadriga, figuras femininas que parecem convidar-nos a entrar e composições vegetalistas e geométricas, reflectem influências africanas e orientais que não têm paralelo na arte deste período em Portugal.

No centro da vila do Rabaçal pode visitar ainda o museu dedicado à villa romana, onde se exibe o espólio encontrado durante as inúmeras escavações que decorreram no local, nomeadamente os baixos-relevos em mármore.

Deixe-se encantar por este centro de arte, civilidade e cultura antiga, perdido por entre as paisagens áridas da serra.

Horário
De terça a domingo: 11:00 – 13:00 / 14:00 – 18:00
Encerra às segundas, Domingo de Páscoa, Sexta-Feira Santa e a 1 de Janeiro.