Piódão

Disposta de forma cadenciada sobre socalcos que escalam a Serra do Açor, a aldeia de Piódão integra-se harmoniosamente na natureza que a rodeia e da qual parece fazer parte.

Disposta de forma cadenciada sobre socalcos que escalam a Serra do Açor, a aldeia de Piódão integra-se harmoniosamente na natureza que a rodeia e da qual parece fazer parte. As suas casas de aparelho de xisto telhados de lousa, que se confundem com o piso irregular da rua e com as cores da serrania, são ligadas entre si por escadas que vencem os desníveis do terreno.

No início da Idade Média o núcleo urbano situava-se no Casal de Piodam, num vale próximo da actual aldeia, mas a povoação acabaria por se transferir, devido à construção no local da abadia cisterciense dedicada a São Bernardo, da qual nada resta. Deslocados da sua terra, os habitantes estabeleceram-se na encosta sul da serra, provavelmente já no século XV, onde ao longo dos tempos foram construindo, socalco a socalco, esta aldeia serrana de beleza incomparável.

O isolamento a que os difíceis acessos votaram Piódão ao longo dos séculos manteve o sabor medieval do traçado das suas ruas, pelo que vale a pena percorrer a pé as ruas íngremes, subir escadas e ladeiras, ao correr das casas de xisto entrecortadas pelas igrejas caiadas de branco. Ao voltar, traga consigo uma recordação típica da aldeia: licor de castanha, aguardente de mel ou uma miniatura em xisto de uma casa de Piódão.

Em Piódão, não deixe de visitar:

  • O conjunto arquitectónico de invulgar beleza
  • A igreja matriz
  • A capela de São Pedro
  • O museu do Piódão
Return to the top