A onda da Nazaré

No dia 1 de Novembro de 2011, o surfista hawaiano de 44 anos de idade, Garrett McNamara conseguiu o impensável: surfar uma onda de 23,77 metros na Praia do Norte, na Nazaré! Nesse ano, bateu o Recorde Mundial do Guinness e esta fotografia icónica da autoria do fotógrafo António Manuel Silva viajou por todo o mundo,

No dia 1 de Novembro de 2011, o surfista hawaiano de 44 anos de idade, Garrett McNamara conseguiu o impensável: surfar uma onda de 23,77 metros na Praia do Norte, na Nazaré! Nesse ano, bateu o Recorde Mundial do Guinness e esta fotografia icónica da autoria do fotógrafo António Manuel Silva viajou por todo o mundo, numa imagem de cortar a respiração!

Garrett McNamara
Desde tenra idade, apenas com um ano de idade, Garrett procurou desde sempre a emoção. Sorte a sua e a do resto do mundo por ter encontrado o seu chamamento de vida…no Oceano.

Ao longo dos últimos 25 anos, Garrett continua a tentar atingir o inimaginável e a explorar o desconhecido. É famoso por desafiar os limites, sem se deter jamais.

É o primeiro e único na história a surfar ondas de tsunami  criadas pelos glaciares e foi também o primeiro a ser lançado a uma onda de helicóptero. É o surfista mais premiado e mais consagrado da actualidade, um cidadão do mundo que continua a explorar, a partilhar experiências e a inspirar-se sempre!

O canhão da Nazaré
O Canhão da Nazaré é um canhão subaquático na costa da Nazaré no Oceano Atlântico Ocidental. Detém uma profundidade de pelo menos 5.000 metros e uma extensão de 230 km.

O canhão da Nazaré dá origem a ondas gigantescas, fazendo da Nazaré um ponto incontornável da rota do surf mundial.

No dia 1 de Novembro de 2011, o surfista hawaiano Garrett McNamara surfou um onda gigantesca com 23,77 metros na Nazaré, batendo o recorde mundial. Em Janeiro de 2013, foi noticiado que o surfista havia surfado uma onda maior ainda com 30 metros de altura, no mesmo local, provavelmente batendo o seu próprio recorde anterior.

Ainda que a Praia do Norte tenha captado a atenção mundial, a Nazaré não tem só ondas gigantes e poderosas, mas também pontos e ondas acessíveis a todos os atletas.

Return to the top